Working for the liberation of all beings everywhere. Bringing higher consciousness to the planet, one eternal moment at a time.

Este método simplificado pode ser usado com a "Invocação Obrigatória para o Leitor" e "Confrontando a Luz Clara". Este é um excelente modo de começares a tua leitura, antes mesmo de obteres uma cópia do "American Book of the Dead" ("O Livro Contemporâneo dos Mortos").

Forma abreviada de realizar a leitura:

Diz em voz alta: "Desejo que este esforço seja usado em benefício de todos os seres em toda a parte."

Acende uma vela. (se possível)

Toca a sineta três vezes.

Chama (três vezes) o nome daquele(s) por quem vais ler. "Esta leitura é dirigida para o(s) ser(es)_______"

Exemplos:
"Esta leitura é dirigida para o ser de João Silva."
"Esta leitura é dirigida para os seres daqueles que morreram nas Torres Gémeas."
"Esta leitura é dirigida para os seres de todos os bombeiros que faleceram nas Torres Gémeas."
"Esta leitura é dirigida para os seres daqueles que faleceram no voo 93."
"Esta leitura é dirigida para os seres daqueles que integram as equipas de salvamento a operar em Nova York."
etc.

Lê (só uma vez) a "Invocação Obrigatória para o Leitor".

Lê (três ou sete vezes) "Confrontando a Luz Clara".

Declara: "Isto completa a leitura de 'Confrontando a Luz Clara' dirigida ao(s) ser(es)______"

Toca o sino três vezes.

Apaga a vela.

"Confrontando a Luz Clara"

Agora estou a experimentar a Luz Clara da realidade objectiva.
Nada acontece, nada alguma vez aconteceu, ou acontecerá.
O meu sentido presente do eu (self), o viajante, é na realidade o
próprio vazio sem qualidades ou características. Recordo-me de mim
mesmo como o viajante, cuja profundíssima natureza é a própria
Luz Clara; eu sou um; não existe outro. Eu sou a vacuidade do vazio,
o eterno não nascido, o não criado, nem real nem irreal. Tudo
aquilo de que tenho tido consciência é o meu próprio jogo de
consciência, uma dança de luz, padrões de luz girando na infinita
extensão, infinidade interminável, o Absoluto para além da mudança,
existência, realidade. Eu, o viajante, sou inseparável da Luz Clara;
eu não posso nascer, morrer, existir ou mudar. Sei agora que esta é
a minha verdadeira natureza.

This reading is extracted from The American Book of the Dead and presented here for the benefit of all beings everywhere. Read it in the midst of vast congregations. Read it to heal the sick. Read it to instruct the elderly. Read it for the dead or dying even though they don't know it is being read for them -- your prayers and reading are helping them to attain liberation. For further reference see The American Book of the Dead.